Content

Site do boletim do MST do Rio de Janeiro

Tagged: irmã dorothy

da Coordenação Estadual do MST-RJ É com muita alegria e resistência que o MST/RJ socializa com todos/as mais uma conquista do nosso movimento. No dia 15 de outubro de 2014, foi imitida a posse do acampamento Irmã Dorothy, Antiga Fazenda das Pedras em Quatis, RJ. As famílias estavam acampadas desde do dia 22 de outubro […]

 » Read the rest

O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) da Região Sul Fluminense realizou, no dia 27 de outubro, o III Encontro dos Sem Terrinhas. A atividade contou com a participação de crianças de 04 a 12 anos, oriundas dos Assentamentos: Roseli Nunes, Terra da Paz (Piraí), Vida Nova (Barra do Piraí), e dos Acampamentos: Irmã Doroti (Quatis) e Mariana Crioula (Valença).

Foi um dia de confraternização dos Sem Terrinhas e ao mesmo tempo um espaço de formação. Além das brincadeiras e apresentação do “Palhaço Alegria”, o encontro foi um espaço de formação da “criançada” que debateram a participação delas no sexto congresso nacional do MST, que se realizará em 2013.

1 comment  » Read the rest

Por Nancy Cardoso Pereira – Pastora metodista CPT, com fotos de Nanda Scarambone O Acampamento Dorothy Stang em Quatis (RJ) está marcado por cenários fortes que atravessam a vista: no pé da Serra da Mantiqueira, no Vale do Paraíba, próximo da Rodovia Dutra e à sombra da gigantesca da Ferrovia do Aço. Antigas fazendas de […]

2 comments  » Read the rest

Dorothy Stang: presente em nossa luta! querid@s amig@s dia 12 de fevereiro o Acampamento Dorothy Stang em Quatis no Rio de Janeiro fará a celebração de memória e compromisso da Vida e Morte de Dorothy Stang. Acampadas desde 2006, as 47 famílias resistem em meio a muitas dificuldades, descaso das autoridades, inoperância do INCRA, morosidade […]

 » Read the rest

A ocupação da Fazenda da Pedra, completou no dia 23 de outubro desse ano, 2010, seu quinto aniversário. Mas a história dessa luta tem quase 3 séculos. A apropriação das terras da Fazenda da Pedra data do final do século XVIII, durante o ciclo do café. Desde então a luta pela terra não parou mais. […]

2 comments  » Read the rest