Content

Site do boletim do MST do Rio de Janeiro

Professoras e professores realizam o I Encontro Estadual de Professores com o MST no Rio de Janeiro

quarta-feira 23 novembro 2016 - Filed under Notícias do MST Rio

Professoras e professores, pedagogos, Acadêmicos e universitários, realizam o I Encontro Estadual de Professores com o MST no Rio de Janeiro / Foto Pablo Vergara Coletivo de Comunicação MST-RJ

Professoras e professores, pedagogos, Acadêmicos e universitários, realizam o I Encontro Estadual de Professores com o MST no Rio de Janeiro / Fotos Pablo Vergara / Coletivo de Comunicação MST-RJ

Professoras e professores, pedagogos, Acadêmicos e universitários, realizam o I Encontro Estadual de Professores com o MST no Rio de Janeiro.

 por Pablo Vergara MST- RJ

Maracanã, Rio de Janeiro, 19/11/2016.

Aproximadamente 60 (sessenta) professores e professoras, acadêmicos e universitários de diversas Universidades federais, estaduais e Institutos (UFRJ, UFF, UFRRJ, UNIRIO, UERJ, IFFs e CEFETs), bem como de escolas estaduais da rede pública de ensino básico e entidades e organizações do Estado do Rio de Janeiro se reuniram no I Encontro Estadual de professoras e professores com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, encontro que visa traçar projetos e ações em uma conjuntura desafiadora. Refletiu-se sobre os próximos passos do ensino em relação a Reforma Agrária e a educação do campo no Estado do Rio de Janeiro.O encontro foi realizado na Universidade Estadual do Rio de Janeiro UERJ. Nesta oportunidade, buscou-se enfocar a avaliação, o planejamento e a sistematização dos projetos, visando próximos programas de ensino ligados ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra no estado do Rio de Janeiro, principalmente a Escola Estadual Bernardo Marins Gomes – ESESF. A iniciativa procura tecer o programa pedagógico da escola, avançar na conformação de uma coordenação politico- pedagógica de forma a consolidar a participação de diversas instituições de ensino do estado do Rio de Janeiro no projeto.
A Atividade busca aprofundar e promover políticas públicas como o PRONERA e espaços de debate como a JURA (Jornadas Universitárias em Defesa da Reforma Agrária), EJA (Escola de Adultos e Jovens), Graduações e Licenciaturas, Mestrados, Extensões, Residência Jovem, Residência Agrária, Curso de Realidade Brasileira, Curso de Filosofia, Bibliotecas Populares nos assentamentos, Estagio Interdisciplinar de Vivencia. Enfim, experiências e espaços que foram inspirados no projeto político-pedagógico do MST.

Na Jornada também foi analisada a atual conjuntura nacional e internacional, os avanços do conservadorismo e a crise internacional da economia mundial, as quais interferem diretamente no sistema de governo local, perdendo a totalidade do controle politico. Esta decadência se soma a uma “crise de valores” afirma Marina dos Santos, dirigente nacional do movimento.

Esta decadência se soma a uma "crise de valores" afirma Marina dos Santos, dirigente nacional do movimento.

Esta decadência se soma a uma “crise de valores” afirma Marina dos Santos, dirigente nacional do movimento.

Este avanço do conservadorismo mundial e do sistema financeiro internacional esta ligado a uma crise de valores ideológicos, que trazem um forte individualismo, machismo e xenofobismo a nível mundial “Ha uma Hipnotização contra a política e as pessoas, o senso comum está cada vez mais reacionário” agrega, um fortalecimento da consciência do consumo irradiada pela hegemonia do mercado internacional que rapidamente se apropria de toda a cadeia de produção, terra, biosfera, insumos, sementes e químicos.

Na oportunidade também se manifestou a solidariedade com os movimentos sociais que estão sendo criminalizados, em repudio, como o fato que ocorreu no Paraná na operação Castra, que repercutiria mundialmente com a invasão da Policia Civil na Escola Nacional Florestan Fernandes.Dentro das diretrizes que foram citadas, extraímos 7 pontos importantes:1- Unidade na luta de classes, unidade da classe trabalhadora.2- Métodos coletivos de luta, gerar sujeitos coletivos.3- Reformas Estruturais, Reforma Agrária, Reforma Urbana.4- Comunicação Contra Hegemônica, fortalecer os coletivos de comunicação.5- Proteger os Bens da Natureza.6- Nova estratégia de ação, novas agendas de luta e poder politico.7- Lutar contra o estado de exceção, “FORA TEMER”, criar um frente de esquerda.

GT1 JURA, GT2 Cursos Formais, GT3 Formação de Base, Gt4 Cursos Livres e atividades de extensão.

GT1 JURA, GT2 Cursos Formais, GT3 Formação de Base, Gt4 Cursos Livres e atividades de extensão.

 

A jornada continuo durante o segundo modulo da tarde, na conformação de grupos de trabalho onde se sistematizaram temáticas sobre as: GT1 JURA, GT2 Cursos Formais, GT3 Formação de Base, Gt4 Cursos Livres e atividades de extensão.

2016-11-23  »  pablo

Share your thoughts

Re: Professoras e professores realizam o I Encontro Estadual de Professores com o MST no Rio de Janeiro







Tags you can use (optional):
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>