Content

Arquivo: Notíciais Internacionais e da Via Campesina

Wonder Woman (2017) HD Director : Patty Jenkins. Writer : Geoff Johns. Producer : Charles Roven, Deborah Snyder, Zack Snyder, Richard Suckle. Release : May 30, 2017 Country : United States of America. Production Company : Dune Entertainment, Atlas Entertainment, Warner Bros., DC Entertainment, Cruel & Unusual Films, TENCENT PICTURES, Wanda Pictures. Language : Deutsch, […]

Rough Night (2017) HD Director : Lucia Aniello. Writer : Lucia Aniello, Paul W. Downs. Producer : Lucia Aniello, Dave Becky, Paul W. Downs, Matthew Tolmach. Release : June 15, 2017 Country : United States of America. Production Company : Sony Pictures Entertainment, Paulilu Productions. Language : English. Runtime : 101 Genre : Drama, Comedy. […]

Dunkirk (2017) HD Director : Christopher Nolan. Writer : Christopher Nolan. Producer : Christopher Nolan, Emma Thomas. Release : July 19, 2017 Country : France, United Kingdom, United States of America. Production Company : Canal+, Studio Canal, Warner Bros., Syncopy, RatPac-Dune Entertainment, Kaap Holland Film. Language : English, Français, Deutsch. Runtime : 107 Genre : […]

As fotografias de Sebastião Salgado representam uma das simbologias mais fortes do MST. Como não se arrepiar com os camponeses rompendo cercas e erguendo suas ferramentas de trabalho? Como não sorrir diante dos Sem Terrinha estudando, como não chorar diante dos mártires das luta pela terra? O livro Terra, cujas imagens rodaram o mundo divulgando a realidade do campo, conta ainda com o prefácio de José Saramago, e com um CD de Chico Buarque. O livro foi lançado em 1997, e financiou a construção da Escola Nacional Florestan Fernandes, principal centro de formação do MST.

Nesta sexta-feira, as imagens foram mais uma vez reunidas para uma exposição. Moradores da cidade de Colônia, na Alemanha, terão a oportunidade de vivenciar a realidade Sem Terra pela fotos de Sebastião Salgado até o dia 15 de junho, na galeria Labor. Constanze Lemmerich, coordenadora do projeto Direitos Humanos no Brasil, explica que desde outubro de 2014, o enfoque temático da organização é o direito à terra, no marco dos 30 anos do MST.

Na última quarta-feira, dia 19 de fevereiro, recebemos no SINDIPETRO/RJ o dirigente do birô político da Frente Popular pela Libertação da Palestina – FPLP – Marwan Abdel Al, para um importante debate sobre a Palestina e a situação no Oriente Médio. O evento foi organizado pelo MST, Esquerda Socialista e PCB, e contou com o apoio dos militantes do Comitê de Solidariedade à Luta do povo palestino do RJ.

O debate transcorreu em um clima de camaradagem e de um forte interesse em ampliar o entendimento sobre os fatos reais que estão acontecendo no Mundo Árabe e sua relação com a causa Palestina. No final, os presentes reafirmaram seu compromisso de seguir apoiando a causa árabe e palestina, fortalecendo a tarefa internacionalista de esclarecer os acontecimentos contra a imprensa corporativa que insiste em reproduzir as mentiras do imperialismo/sionismo cujo principal discurso é a defesa da democracia e dos direitos humanos, quando sabemos que por trás deste escudo está a destruição dos Estados e das condições mínimas de sobrevivência dos povos, visando a dominação econômica, política e militar.

Tag: »

Promover um ato para criticar o presidente da Venezuela Nicolás Maduro. Esse era o objetivo de aproximadamente 15 pessoas que se encontraram em frente ao consulado, na Avenida Presidente Vargas, na tarde desta terça-feira (25). Mas o objetivo fracassou. Cerca de 200 brasileiros, de diferentes partidos e organizações, se reuniram no mesmo local com outra finalidade: apoiar e defender as profundas mudanças que vêm acontecendo naquele país.

Uma das defensoras do governo Maduro era a historiadora Anita Prestes, filha do militante Luis Carlos Prestes (1898-1990). “A solidariedade internacional é fundamental porque a luta da Venezuela é uma luta de toda a América Latina. Se o processo revolucionário de lá for derrotado, será uma derrota para todos nós. Além disso, a situação de todas as pessoas do continente vai piorar muito”, destacou Anita.

Tag:

Awakening the Zodiac (2017) HD Director : Jonathan Wright. Writer : Jennifer Archer, Mike Horrigan, Jonathan Wright. Release : June 9, 2017 Country : Canada. Production Company : Bunk 11 Pictures, TAJJ Media. Language : English. Runtime : 100 Genre : Thriller. Movie ‘Awakening the Zodiac’ was released in June 9, 2017 in genre Thriller. […]

Desde a segunda feira 19 de agosto, se deu inicio a uma greve e paralização nacional agrária e popular na Colômbia, convocada por diversas organizações e movimentos sociais e políticos em cabeça dos camponeses, mas que conseguiu uma rápida adesão de transportadores, trabalhadores da saúde, estudantes, professores, povos indígenas, comunidades negras, entre outros sectores da sociedade, que entenderam a importância de apoiar a greve iniciada pelos camponeses, mas que também aproveitaram o momento para impulsar as suas pautas de lutas que vem se mobilizando nos últimos anos.

A pauta construída pelo espaço de articulação dos diversos movimentos sociais e políticos que impulsaram a greve e paralização, denominada Mesa Nacional Agropecuária de Interlocução e Acordo (MIA) é a seguinte:

1. Exige-se a implementação de medidas e ações diante à crise da produção agropecuária.

2. Exige-se acesso à propriedade da terra.

A Via Campesina realizou entre 9 e 13 de junho sua sexta conferência na cidade de Jakarta, na Indonésia. A entidade, que congrega cerca de 250 milhões de camponeses no mundo inteiro, completa 20 anos e homenageia Egidio Bruneto, militante do MST morte em 2011. Na carta final do encontro, a Via Campesina reafirma sua luta por soberania alimentar, agroecologia, justiça social e climática, contra a violência e discriminação das mulheres, desmilitarização e paz, terra e território e por água e sementes como bens comuns.

“Nosotros, la Vía Campesina, venimos a extender nuestro llamado urgente a tejer hilo a hilo la unidad a nivel global entre organizaciones del campo y la ciudad para participar activa, propositiva y decididamente en la construcción de una nueva sociedad, basada en la soberanía alimentaria, la justicia y la igualdad.”

O governo argentino foi claro: espera até a meia-noite da sexta-feira, 7 de dezembro, para que os 21 grupos de comunicações afetados pela nova Lei de Meios apresentem seus ‘planos de adequação’. Ou seja: digam o que pretendem fazer com a quantidade de licenças para televisão aberta, televisão paga (cabo ou satélite) e emissoras de radio que excede o teto permitido pela nova legislação, aprovada em 2009. É que nesse dia vence a liminar concedida há um ano ao grande conglomerado que opera, de fato, como um monopólio, o grupo Clarín. Até a segunda-feira dia 3, desses 21 grupos a maioria – 14 – apresentou seus respectivos planos. Esses grupos decidiram acatar a nova legislação, especialmente a chamada ‘cláusula antimonopólio’, que impede que determinados concessionários acumulem licenças públicas de rádio, televisão aberta e fechada. A tal ‘convergência da mídia’, que de fato possibilita que determinados conglomerados dominem amplamente as comunicações num país.